Tempo , , 0°C

Nove empresas se instalam no Distrito Industrial até o fim do semestre

Nove empresas se instalam no Distrito Industrial até o fim do semestre

janeiro 29
11:44 2018

Nove novos empreendimentos em fase adiantada de obras deverão ser inaugurados até agosto deste ano, dobrando o número de empresas instaladas no Distrito Industrial (DI). A previsão é de que  cerca de 500 empregos diretos sejam criados nesta primeira fase das operações.

Segundo a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), o investimento total previsto é de R$ 160 milhões, incluídos os R$ 97 milhões da cervejaria espanhola Estrella Galicia, cuja unidade deve entrar em operação até o final de 2019.

Em visita ao Distrito Industrial, na última quinta-feira, 25 pela manhã, o vice-prefeito, Flávio Faria, avaliou que de forma geral as empresas estão seguindo o cronogramas definidos em protocolos firmados junto à prefeitura. De acordo com ele, nessa fase estão se instalando no DI grupos de outras localidades, mas, também alguns que já atuam em Poços e estão em processo de expansão.

Flávio, que também é titular da Sedet, explica que esse salto na mão de obra acontece mesmo com a situação difícil do país. Segundo ele, o trabalho desenvolvido pelos técnicos da secretaria tem gerado frutos, tanto que cerca de dez grupos continuam em contato com a prefeitura negociando a instalação no DI. “Tudo isso tem sido possível também devido ao importante apoio do Instituto de Desenvolvimento Integrado (Indi-MG), ressaltou.

As empresas que se instalarão nesse primeiro semestre no DI são de diversos ramos: distribuidora de equipamentos hidráulicos e elétricos; fabricante de máquinas para o setor farmacêutico e de cosmético; indústria de baús frigoríficos; e empresa de logística. Também do setor de armazenagem, produção de tijolos ecológicos e de polpa de frutas. São elas: Transita, Stock Farma, Leal Dutra, Termo Fibra, Fellc, Groovy, Tijolar, Frooty e Tag.

Estrella Galicia

A primeira unidade fabril da Estrella Galicia no Brasil será em Poços e terá capacidade de produção de 20 milhões de litros anuais. As obras de terraplenagem estão previstas para iniciar nesse primeiro semestre no DI.

Infraestrutura

O Distrito Industrial possui 150 lotes, em uma área e 2,8 milhões m2. A infraestrutura, segurança, mobilidade no local, como também o mercado de trabalho profissional têm sido temas recorrentes de encontros dos técnicos da Sedet, com representantes das empresas do DI.

Rafael Tadeu Conde, coordenador de Fomento à Indústria e Comércio da Sedet, informa que a prefeitura tem realizado benfeitorias no DI, como asfaltamento de vias, extensão das redes de água, esgoto e elétrica. Segundo ele, o município busca também interlocução, junto a prestadoras de serviços, para atualizar o sistema de comunicação (internet, telefonia etc) dentro do parque industrial.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *