Tempo , , 0°C

UPA implanta Núcleo de Segurança do Paciente

UPA implanta Núcleo de Segurança do Paciente

dezembro 14
15:47 2017

Já está em funcionamento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Poços de Caldas o Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar, inaugurado em novembro. Com a implantação, a intenção é identificar corretamente o paciente, melhorar a comunicação entre profissionais de saúde, melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos e reduzir os riscos assistenciais.

“É uma série de preocupações que fazem parte de um trabalho que já vem sendo desenvolvido desde o início do ano, quando os medicamentos de alto risco passaram a ser identificados com a etiqueta vermelha, para citar um exemplo dentre as mudanças. Agora, com a formalização do Núcleo de Segurança, o trabalho atinge outras etapas”, comentou Deusdete Inácio de Souza Júnior, coordenador de Enfermagem da UPA.

Reduzir os riscos assistenciais inclui rever processos de trabalho que visam individualizar a assistência e ofertar mais segurança. O projeto piloto foi aplicado na sala de repouso que oferece observação clínicas, em 14 leitos. A ficha de identificação, colocada na parede, ao lado de cada leito, traz informações como: nome, idade, data e horário da entrada, descrição de possíveis alergias e classificação dos riscos de acordo com o quadro de cada paciente, como: queda, alergia, flebite, úlcera de pressão e bronco aspiração. “Essas informações estão disponíveis a toda a equipe que presta a assistência, como enfermeiros, médicos, fisioterapeutas e assistentes sociais, no intuito de tratar o paciente como um ser único. São protocolos desenvolvidos com embasamento científico, na literatura médica e incluem medidas preventivas para reduzir ao máximo os riscos, de acordo com a necessidade de cada paciente”, afirmou Deusdete.

O próximo passo é estender o trabalho para a sala vermelha, onde estão quatro leitos de alta complexidade. “É uma mudança muito grande porque a gente está colocando o paciente em foco, otimizando a assistência”, complementou Francine Barroso Corrêa que juntamente com a também enfermeira, Ligia Figueiredo Gonçalves, coordena o núcleo de segurança do paciente da UPA.

A instituição do núcleo também prevê análises estatísticas, por meio da notificação de ocorrências e a investigação e correção de eventuais falhas. “Este é um passo importantíssimo dado para melhorar ainda mais a qualidade da assistência prestada na UPA de Poços de Caldas e este é só o início de um trabalho abrangente e necessário, dentro desta preocupação em humanizar o atendimento, um dos objetivos da nossa gestão”, finalizou o secretário de Saúde, Carlos Mosconi.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *