Tempo , , 0°C

Equipes de Saúde vão até escolas vacinar contra o HPV

 Extra!

Equipes de Saúde vão até escolas vacinar contra o HPV

Equipes de Saúde vão até escolas vacinar contra o HPV
agosto 22
15:15 2017

Dezenove escolas das redes Estadual e Municipal de Poços estão recebendo a visita de equipes das salas de vacina, pertencentes às Unidades Básicas de Saúde que abrangem as áreas onde estão estas instituições de ensino. O objetivo é aumentar a cobertura vacinal contra o HPV, vírus causador do câncer de colo do útero e que causa também câncer de pênis e de ânus, orofaringe e verrugas genitais.

A vacina está disponível no Sistema Único de Saúde, para meninos com idades entre 11 e 15 anos e para meninas, na faixa etária dos 9 aos 14 anos. A média nacional de cobertura é de 30%. Em Poços, estima-se que esta média esteja em 11% para as meninas e 34% para meninos. “Não é possível afirmar a causa ou as causas para esta baixa adesão à vacina contra o HPV, mas é um panorama nacional. No caso dos meninos, acreditamos que a adesão seja maior, por se tratar de uma novidade, já que a vacina passou a estar disponível para o público masculino mais recentemente”, explica Juliana Loro Ferreira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

Na manhã desta terça, 22, a equipe da UBS Santa Augusta esteve na Escola Municipal Professor Júlio Bonazzi. “Foi rápido, não doeu nada”, disse Ana Laura Maciel Zucatto, 11, após receber a vacina. O estudante Edu Mantovani Nogueira, 11, tem opinião diferente. “Doeu no início e no final, mas sei que é para proteger minha saúde”. Quem estava com medo da agulha, recebeu apoio da vice-diretora Débora da Silva Andrade. “Hoje fiz o papel de mãe, dei até colo”. Carinho retribuído pela declaração da aluna Flávia Pacheco Albuquerque, 12. “A gente aqui é como uma família”.

Os pais são avisados previamente sobre a vacinação nas escolas e têm o direito de recusar a aplicação da vacina nos filhos. Nestes casos, a decisão deve ser encaminhada por escrito à coordenação pedagógica. “É uma atividade que requer programação, também por isso e que precisa ser marcada, depende de carro para o nosso deslocamento, mas é muito produtiva, porque conseguimos atingir um público maior em uma visita”, contou a enfermeira Joice Araújo Marçal.

Nas visitas às escolas, também é feita a conferência do cartão de vacinação dos estudantes e se necessário, também são aplicadas as vacinas contra meningite e a tríplice viral, que protege contra rubéola, caxumba e sarampo.

“A princípio temos 1400 doses disponíveis para este trabalho nas escolas. O esquema vacinal para este público é feito em duas doses. Faremos esta primeira etapa nas escolas e depois os pais devem levar os filhos aos postos de vacinação, para a complementação com a segunda dose”, informa Gisele Scatola, responsável técnica de Imunização.

“Esta iniciativa faz parte do objetivo maior deste modelo de atenção básica com Estratégia de Saúde da Família, que é promover saúde à população, principalmente por meio da prevenção. Todas as equipes envolvidas estão de parabéns pelo trabalho”, disse o secretário de Saúde Carlos Mosconi.

A vacina contra o HPV para a faixa etária dos 9 aos 15 anos faz parte do calendário permanente de vacinação. As doses estão disponíveis nas 19 salas de vacinação do município.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *