Tempo , , 0°C

Mosconi cobra na Assembleia dívida de R$ 20 mi do Estado

Mosconi cobra na Assembleia dívida de R$ 20 mi do Estado

Mosconi cobra na Assembleia dívida de R$ 20 mi do Estado
março 15
16:57 2018

O secretário de Saúde Carlos Mosconi participou em Belo Horizonte na manhã desta quarta, 14, da reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O assunto em pauta foi a dívida do Estado com a Saúde de Poços, referente a repasses não feitos nos últimos anos e que já ultrapassa os R$ 20 milhões.

“A situação é gravíssima e em Poços só não está mais grave porque o prefeito tem socorrido a saúde, definiu que a saúde é prioridade e não tem deixado faltar recursos para atender a população. Esta dívida de 20 milhões de reais do Estado com a Saúde diz respeito ao atendimento das pessoas nas suas necessidades. Destes, cerca de oito milhões são devidos aos Hospitais Santa Casa e Santa Lúcia que também passam por uma situação difícil com este atraso já que a cidade de Poços de Caldas é um polo de atendimento para outros municípios da nossa região. Medicamentos que o Estado fornecia e não fornece mais, o Município precisa comprar. Nós já ultrapassamos 30% do orçamento do Município com gastos em saúde, então os outros setores também ficam prejudicados com isso. O que mais causa espanto é a omissão do Governo, pelo menos em dar uma explicação. O que o Governo vai fazer com esta dívida? O que os municípios podem esperar do Governo? Nós precisamos de uma solução, de uma posição, de uma informação, que lamentavelmente nós não temos. Falta responsabilidade e sensibilidade ao Governo para entender a gravidade do momento que nós estamos vivendo e procurar um entendimento com a população de Minas Gerais”, afirmou Mosconi.

O deputado Carlos Pimenta, presidente da Comissão de Saúde, reforçou a dramaticidade da situação que afeta todo o Estado de Minas Gerais. “Não é pelo fato de ter as dificuldades financeiras que o Estado têm autorização de ficar ilegal diante da Constituição. Diante disso tomamos a iniciativa de procurar órgãos importantes e fiscalizadores. Vamos ao Tribunal de Contas, vamos ao Ministério Público, vamos ao Tribunal de Justiça e ao Conselho Estadual de Saúde, cobrar uma posição e continuaremos a denunciar diuturnamente esse crime que se comete contra a saúde pública de Minas Gerais”. Também estiveram presentes na reunião, os deputados Doutor Wilson Batista e Bonifácio Mourão.

Em dezembro, o secretário de Saúde já havia ido à Assembleia Legislativa juntamente com o vice-prefeito Flávio Faria e com representantes da comissão que liderou o abaixo-assinado pela instalação do Hospital do Câncer. O objetivo da visita na época, foi cobrar a retomada de convênios do Estado com o Município, para a construção do Hospital do Câncer do Sul de Minas em Poços de Caldas. Até o momento, o Governo do Estado não se manifestou a respeito. “Os deputados são muito experientes, muito sensíveis, têm muita compreensão do problema todo e nos recebem da melhor maneira possível, querendo ajudar de alguma maneira. Então eles têm ações importantes junto ao Tribunal de Contas, junto ao Ministério Público e propriamente junto ao Governo, porque eles cobram do Governo uma posição e nós vamos continuar trazendo aqui as nossas solicitações, porque eu sei que aqui nós encontramos eco e os deputados têm plena consciência do que está acontecendo em Minas Gerais”, finalizou Mosconi.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *