Tempo , , 0°C

Flipoços 2018 terá mais de 80 atividades em nove dias de evento

Flipoços 2018 terá mais de 80 atividades em nove dias de evento

Flipoços 2018 terá mais de 80 atividades em nove dias de evento
março 01
16:30 2018

Com mais de 80 atividades entre lançamentos de livros, convidados nacionais e internacionais, palestras e oficinas durante nove dias de evento, a organização da 13ª edição do Festival Literário de Poços de Caldas, o Flipoços, que acontece entre os dias 28 de abril e 6 de maio no Espaço Cultural da Urca anuncia que espera receber cerca de 60 mil pessoas no evento este ano.

A curadoria do Flipoços 2018 – Festival Literário de Poços de Caldas definiu a temática do festival 2018 baseado em outras formas de conhecimento que tem como pano de fundo, a Literatura.

Nesse sentido, o tema “A Literatura e os outros Saberes” vai dialogar com as várias áreas de saberes como filosofia, culturas milenares, saúde e bem-estar, artes plásticas, ciência e tecnologia, diversidades tendo como alicerce a literatura como formador de todas as expressões universais. O saber não é uma verdade absoluta. Ele se encontra de diversas formas, estilos, jeitos e pensamentos do cotidiano da gente. Será um despertar para o diferente.

A abertura do festival também será marcada pela festa Levedo & Letras com entrada gratuita e um show de chorinho com o Araçá Quarteto.

Patrono e escritor sulfuroso

Entre as atrações confirmadas estão o patrono, Davi Arrigucci Junior, que fará uma  palestra inédita no próximo dia 29 de abril, às 19h30, sobre as relações entre narrativa e experiência histórica na obra de três narradores: João Guimarães Rosa, John Ford e Jorge Luis Borges, sob o título geral de “Sertão Oeste Pampa”.

Já o escritor sulfuroso deste ano será o jornalista poços-caldense Luis Nassif, ganhador do Prêmio Esso de Jornalismo, várias vezes premiado com o Prêmio Comunique-se como jornalista de economia da mídia impressa e digital, já integrou o Instituto de Estudos Avançados da USP, o Conselho de Economia da FIESP e foi finalista do Prêmio Jabuti de literatura.

O festival homenageará também o professor Antonio Candido de Mello e Souza, que completa o centenário neste ano e faleceu em 2017, poucos dias depois de publicar um texto na antologia “Poços é uma Festa”, lançada no Flipoços. Haverá ainda uma conferência com Sergio Montero e Rodrigo Falconi, seguida da exibição do filme realizado com o professor Antonio Candido em 2012, quando ele foi patrono do festival.

Países lusófonos

Novamente e seguindo a tradição do Flipoços, a curadoria homenageia países lusófonos e nesta edição recebe escritores vindos de Moçambique e Portugal.  Está marcada para o dia 5 de maio, quando comemora-se o Dia Internacional da Língua Portuguesa, uma mesa com escritores de diferentes países. A mediação já está confirmada com a escritora, professora e pesquisadora de lusofonia, Susana Ventura.

Outros saberes

Como neste ano o Flipoços tratará de outros saberes, com vários encontros inéditos. Um dos eixos do festival será destinado às culturas milenares, com bate-papos sobre cultura islâmica, africana, benzimentos, orações e influências dos antigos em nossos saberes.

Tradicionalmente desde 2009 o evento realiza também o Encontro de Arte da Periferia e neste ano convida o rapper Dexter para uma apresentação no dia 04 de maio. Antes do show haverá um bate-papo com as mulheres que têm se destacado na literatura marginal e periférica.

O eixo Literatura e Filosofia deste ano traz a filosofia taoísta e a metacorporeidade, com o lançamento do livro do autor taiwanês Chiu Yi Chih. Outro destaque é o inédito encontro de Literatura Noir, que vai trazer grandes nomes da literatura policial brasileira.

Na mesa de Literatura e Bem Estar estão confirmadas as presenças de Daiana Garbin, Daniel Barros e Ligia Guerra, discutindo “O papel da literatura como aliada ao bem-estar e a saúde”.

Haverá também a mesa “Literatura e artes plásticas – o que nos ensinam o antigo e o contemporâneo”, com as presenças João Cândido Portinari, Tarsilinha do Amaral, Ricardo Ohtake e Eduardo Kobra. A mediação será de Sergio Montero do Instituto Moreira Salles (IMS).

A programação do Festival anuncia ainda que haverá o ciclo Literatura e História, com o lançamento do livro “Sonata em Auschwitz”. A autora Luize Valente vai conversar com o mediador José Luiz Goldfarb.

Parceria com Edições Sesc SP

Outra novidade importante nessa edição é a parceria que o Flipoços firmou com a Edições Sesc SP. A editora trará quatro mesas inéditas que abrangendo Culturas Milenares e Tecnologia, com nomes como Mamede Mustafa Jarouche (cultura islâmica), Sandra Salles (cultura africana), Sérgio Amadeu da Silveira (mídias sociais) e Ulisses Capozzoli (tecnologia).

Sobre o Flipoços

Flipoços 2018 e a 13ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas são realizados pela GSC Eventos Especiais e acontecem de 28 de abril a 06 de maio no Espaço Cultural da Urca. A doação de livros de literatura em bom estado em troca dos ingressos para as palestras master começa no próximo dia 19 de março e a programação completa estará em breve no ar.Flipoços 2018 conta com o patrocínio do DME, Mineração Curimbaba, Climepe, Fibrax, Supervale Supermercados e Prefeitura de Poços de Caldas. Parceiro cultural Sesc Minas. Mais informações ligue (35) 3697 1551.

A programação oficial do Flipoços 2018 está no ar pelo site www.flipocos.com Agendamentos pode ser feitos com Maíra pelo coordenacao@gsceventos.com.br ou pelo telefone (35) 3697 1551. Os ingressos começam a ser entregues a partir de 19 de março em troca da doação de um livro de literatura em bom estado.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *