Tempo , , 0°C

Servidores municipais abrem discussão do Acordo Coletivo 2018

Servidores municipais abrem discussão do Acordo Coletivo 2018

Servidores municipais abrem discussão do Acordo Coletivo 2018
fevereiro 08
17:32 2018

Servidores municipais realizaram na última terça-feira, 6, no Espaço Cultural da Urca, uma reunião para dar início às discussões do acordo coletivo 2018. Além de reajuste salarial e vale refeição, vários outros benefícios ao trabalhador foram analisados durante assembleia geral realizada pelo Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos de Poços de Caldas).

A pauta deste ano traz reivindicações para servidores da Águas Minerais Poços de Caldas, Autarquia Municipal de Ensino, Câmara Municipal, DMAE, Prefeitura e Jardim Botânico.

Em conjunto, trabalhadores definiram que vão pleitear junto à administração municipal reajuste salarial de 19,57%, limite máximo apontado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), para que a prefeitura não descumpra a lei de responsabilidade fiscal. Além disso, o Sindserv vai defender nas próximas rodadas de negociação com a prefeitura vale-alimentação de R$ 600 e vale-refeição de R$ 30.

Até o final do ano passado, servidores que atuam em locais de difícil acesso eram beneficiados com a jornada “in itínere”. Contudo, após a reforma trabalhista, o direito foi extinto da lei federal. Agora, o Sindserv quer manter a garantia do benefício, que pode fazer parte do Acordo Coletivo. Ao final da assembleia, servidores também tiveram a oportunidade de sugerir cláusulas que serão incluídas na pauta.

Marieta Carneiro, presidente do Sindicato, lembra a importância da assinatura do acordo coletivo, principalmente depois da reforma trabalhista aprovada pelo governo Temer. Embora a reforma tenha aberto a possibilidade de, em alguns casos, haver negociação direta entre patrão e empregado, o prefeito Sérgio Azevedo, que é servidor público, afirmou que no caso dos servidores públicos municipais a negociação será acordada sempre via entidade sindical.

Contribuição sindical

Outra discussão importante diz respeito à contribuição sindical. O Sindserv fez uma primeira sondagem durante a assembleia, perguntando aos servidores se continuariam contribuindo espontaneamente com a entidade sindical. Do total de votantes, 60% dos servidores aprovam o desconto de um dia de trabalho anual com devolução posterior de 50% do valor aos filiados; 17,3% aprovam o mesmo desconto, com devolução de 100% aos filiados; outros 17,3% aprovam o desconto sem devolução e 5,3% aprovam desconto anual do percentual de 5% do salário base com devolução posterior aos filiados.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *