Master da Caldense vence Santos Classic no aniversário do clube

Master da Caldense vence Santos Classic no aniversário do clube

Master da Caldense vence Santos Classic no aniversário do clube
setembro 09
17:09 2019

A Caldense completou 94 anos no sábado, 7 de setembro. O dia foi repleto de atividades. Logo pela manhã, o ex-jogador Pepe, que marcou época no Santos e foi bicampeão mundial com a Seleção, esteve na sede alviverde, para uma sessão de autógrafos do seu livro “Pepe, o Canhão da Vila”.

Ao longo do dia, no Estádio Municipal Dr. Ronaldo Junqueira, houve uma série de partidas comemorativas. De manhã foram realizados confrontos entre as categorias Sub-15 de escolinhas da cidade, como Curimbaba/Yorin, Coopoços, Bola para Vencer, Futpoços, Alphas e Bate Bola Campestre.

No início da tarde aconteceu o jogo de futebol feminino entre Juventude e Grêmio Big Pão, seguido pela partida entre o Master 50+ da Caldense contra o Master Society. Depois Sub-7 Coopoços/Bola Para Vencer fez uma preliminar com a Curimbaba/Yorin, para abrir o confronto mais aguardado do dia.

Às 16 horas os Veteranos da Caldense 40+ receberam o Santos Classic. A Caldense mandou a campo ex-jogadores como Paulista, Fábio Paulista, Souza e Marcus Vinícius. Já o Santos contou, entre outros nomes, com Índio, Camanducaia, Demétrios, Carlinhos, Elder, Ademir Quintino e Paulinho McLaren.

A partida começou com homenagens. A célebre dupla de zagueiros da Caldense, que marcou época nos anos 70, Neto e Buzuca, foi homenageada pela diretoria do clube. Luiz Antônio Neto, marcou presença em Poços após 15 anos e recebeu uma placa de agradecimento. Já Buzuca, não pôde comparecer e Jota Lopes recebeu a lembrança em seu nome.

Depois o ex-jogador Pepe, do Santos, foi agraciado pela diretoria alviverde com um troféu, agradecendo sua presença em Poços, e deu o pontapé inicial da partida. A arbitragem ficou a cargo do deputado estadual Mauro Tramonte, que relembrou os velhos tempos.

O jogo foi de dois tempos distintos. A Caldense jogou melhor na primeira etapa e abriu o placar. Souza bateu uma falta para a área e Paulista desviou com o pé para o fundo das redes. Depois Marcus Vinícius arriscou uma pancada da entrada da área e acertou o ângulo.

No segundo tempo os visitantes foram melhores. Em um bate e rebate na área, houve um toque de mão na defesa alviverde e a arbitragem marcou pênalti. Demétrios foi para a batida e descontou. O Santos até tentou buscar o empate, mas não teve jeito. A Veterana mostrou sua força e segurou a vitória por 2 a 1.

Foto: Renan Muniz / Caldense

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *