Incubadora Social mantém vínculo com usuários com videoaulas e assessoria online da

Incubadora Social mantém vínculo com usuários com videoaulas e assessoria online da

Incubadora Social mantém vínculo com usuários com videoaulas e assessoria online da
maio 19
18:39 2020

incubadora social remotaManter o vínculo com os usuários e oferecer suporte técnico ao trabalho durante a pandemia do novo coronavírus são os objetivos das videoaulas produzidas e disponibilizadas pela equipe da Incubadora Social do município. As atividades presenciais do equipamento, que realiza oficinas de qualificação e formação profissional em diversas linguagens artesanais, estão suspensas desde o dia 17 de março.

Embora não seja possível oferecer todas as possibilidades das atividades in loco, as videoaulas têm funcionado como alternativa, tanto na manutenção da relação entre as pessoas atendidas e a equipe, como também dando prosseguimento ao conteúdo abordado nas oficinas.

As videoaulas tiveram início no dia 13 de abril e são disponibilizadas sempre às segundas-feiras, via Whatsapp para usuários já cadastrados, no YouTube (Incubadora Social Poços), no Instagram (@socialincubadora) e no Facebook (incubadorasocialpocos). As oficinas em vídeo já publicadas foram desenvolvidas pelos professores Adriana Bomtempi e Daniel Ribeiro e abordaram temas como produção de máscaras de proteção, estêncil e bordado.

“É uma maneira de continuar prestando a assistência e também uma forma dos nossos usuários terem renda, mesmo com a loja da Incubadora fechada e sem a realização dos eventos, como as feiras de artesanato”, explica a terapeuta ocupacional Patrícia Ávila, técnica de Referência da Incubadora Social.

Além das videoaulas, os alunos também têm acesso à assessoria online, por meio da qual os professores podem sanar as dúvidas e encaminhar as orientações para que os usuários consigam efetivamente produzir em casa. A Secretaria Municipal de Promoção Social desenvolve um novo planejamento para a próxima semana e, caso haja alterações no modelo de atendimento, as novas definições serão divulgadas pela Prefeitura.

A Incubadora Social oferece oficinas de qualificação e formação profissional, em diversas linguagens artesanais, desenvolvendo as habilidades individuais e oferecendo condições para que pessoas em situação de risco e vulnerabilidade econômica e social possam resgatar sua condição produtiva, garantindo meios para melhoria e alcance da autonomia na consolidação de projetos de vida.

Muitos dos usuários já comercializam seus produtos, que vão desde máscaras de proteção de tecidos, tão úteis durante a pandemia, até panos de prato, caminhos de mesa, caixas decorativas, entre outros presentes que podem, inclusive, ser adquiridos para o Dia das Mães. Mais informações podem ser obtidas na página https://www.facebook.com/incubadorasocialpocos/.

Algumas usuárias contam como tem sido essa nova rotina de videoaulas e produção em casa.

Junto com a gente

“As videoaulas são muito importantes porque, como não temos aula presencial agora, podemos continuar a fazer os nossos trabalhos. Com o professor Daniel, aprendi a fazer estêncil, de um modo muito fácil, com coisas que a gente tem em casa, como radiografias antigas, e dá para criar coisas e desenvolver nossas atividades. É importante porque a gente não se perde, continua ativo. Agora foi lançada a videoaula e eu estou aprendendo a bordar. É muito importante o trabalho que está sendo feito, de estar junto com a gente, mesmo sem a aula presencial”, conta Claudia Simone Sgrile, que participa da Incubadora Social há aproximadamente um ano e já iniciou a fase de comercialização de produtos utilizando dicas e técnicas dos profissionais da Incubadora, como pintura em superfície (mdf) e decoupage, pintura em superfície com técnica bauer, telhas decoradas, entre outras.

Saudade das amigas

“As aulas online têm sido muito importantes nesse momento de isolamento que a gente está passando, é muito bom ter conhecimento de técnicas novas. Essa do estêncil eu gostei bastante e estou praticando”, diz Dulcinéa Pereira Zucato, que participa das oficinas há três anos, no grupo da Fazenda Mariano. “Aprendi muito, para mim foi muito bom. A gente passa as horas pintando e ainda tem uma renda extra com a venda dos produtos. É um momento também que a gente reúne com as amigas, troca ideias com as colegas e com a professora, é muito bom”, relata a artesã, que comercializa panos de prato, caminhos de mesa e fraldinhas decoradas.

Surpresa no Dia das Mães

“As aulas para mim sempre foram muito prazerosas e, com certeza, úteis. Por exemplo, diante dessa pandemia que estamos enfrentando eu consegui fazer máscaras para mim e minha família e, com elas, eu também posso ganhar dinheiro. Desde pequena sempre tive interesse em corte e costura e consegui aprender diversas coisas. É difícil expressar com palavras o que este curso significa para mim”, conta Fernanda de Oliveira Lima. “Agora minha professora está me ajudando na elaboração de um presente para o Dia das Mães e estou muito animada. Eu creio que um presente feito por mim possa ter mais significado”, confidencia.

Adorei muito muito muito mesmo!

“As aulas estão sendo muito boas, um aprendizado do qual eu tirei bastante proveito. Na aula que o Daniel deu sobre fazer os moldes de estêncil de um acabei fazendo outros, repliquei a ideia e foi uma maravilha. Nunca imaginei como fazer um estêncil. Já na aula de pintura foi muito bom o aproveitamento das cores. Enfim, foi e está sendo muito bom para mim. E além das videoaulas, quando eu faço alguma coisa diferente em casa eu sempre ligo, mando mensagem, gravo um vídeo pedindo ‘tem como me orientar?’. As videoaulas estão sendo muito proveitosas nessa quarentena, de uma forma fácil de entender, simples e prática. Eu adorei muito muito muito mesmo”, diz Maria Aparecida Amaral Viana, atendida na Incubadora Social há aproximadamente um ano.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *