Projeto Faça Você Mesmo: 97% dos participantes recomendam oficinas de comunicação para organizações sociais

Projeto Faça Você Mesmo: 97% dos participantes recomendam oficinas de comunicação para organizações sociais

Projeto Faça Você Mesmo: 97% dos participantes recomendam oficinas de comunicação para organizações sociais
novembro 27
19:38 2019

29 iniciativas de impacto socioambiental, 42 pessoas diferentes atendidas, 5 oficinas, 20 horas de conteúdos e 80 certificados emitidos. Esses são os resultados quantitativos do projeto Faça Você Mesmo, desenvolvido pela escola de empreendedorismo e inovação social A Guarda-Chuva, com patrocínio da Prefeitura, por meio da Chamada Pública nº 01/2019 da Secretaria Municipal de Promoção Social.

O projeto visa capacitar as Organizações da Sociedade Civil (OSC) para que desenvolvam ações mais eficientes e assertivas de comunicação e marketing, aprofundando o relacionamento com seus públicos externos, de forma a estimular a participação de novos parceiros, investidores e voluntários e maximizando os impactos positivos no território.

“O trabalho realizado pelas OSC em Poços de Caldas é de grande relevância social, está em consonância com as políticas públicas nacionais e ocupa papel fundamental na prestação de serviços à população, visando à autonomia dos beneficiários. Apesar disso, elas ainda encontram dificuldades de conquistar novos parceiros e novas formas de financiamento por conta de problemas com a maneira de comunicar suas ações. O desafio do projeto Faça Você Mesmo foi exatamente capacitar as pessoas que passassem pelas oficinas de comunicação, independente da formação ou função dentro da organização, de forma que elas conseguissem entregar resultados satisfatórios e realizar as atividades propostas”, explica a gestora de Projetos da A Guarda Chuva, Thais Costa.

Foram cinco oficinas, realizadas em agosto e setembro de 2019, que abordaram conteúdos práticos capazes de melhorar significativamente as ações de comunicação das organizações de interesse social, com os seguintes temas: Storytelling para melhorar ‘o como’ contar a história da organização; Fotografia com celular; Produção de peças gráficas para mídias digitais e impressas; Escrita de Releases para imprensa; e Pitch: apresentação curta e objetiva que ajuda a vender ideias e projetos.

A proposta foi pensada para que a máxima do “faça você mesmo” fosse colocada em prática por qualquer um dos participantes das oficinas, na falta de um profissional de comunicação na instituição, por meio de ferramentas que não representassem custos extras para a organização.

“O projeto Faça Você Mesmo ajuda muito as organizações a terem autonomia para transformar força de vontade e sonho em realidade. A gente consegue sair do campo das ideias e vir para o material e as coisas vão acontecendo. Quando o instituto chegou na Guarda-Chuva ainda estava muito idealizado e, agora, já vamos começar os atendimentos no ano que vem”, conta a participante Camila Nogueira Fernandes, vice-presidente e uma das fundadoras do Instituto A, organização sem fins lucrativos que tem como missão disseminar conhecimento sobre o Espectro Autista.

Resultados

Para a avaliação quantitativa das oficinas, a Guarda-Chuva utilizou a NPS® (Net Promoter Score), uma metodologia criada por Fred Reichheld nos EUA em 2003, que tem como objetivo realizar a mensuração da satisfação dos consumidores de qualquer tipo de empresa. A metodologia consiste na colheita de respostas numéricas de 0 a 10 sobre a pergunta “o quanto você recomendaria a oficina para um amigo ou colega”. As oficinas tiveram como resultado do NPS um percentual de 97% de promotores, ou seja, 97% das pessoas que participaram das atividades recomendariam o Projeto Faça você mesmo para outras pessoas.

Já na avaliação qualitativa, os pontos positivos mais citados foram a oportunidade de participar da oficina e a gratuidade desta participação; a dinâmica da oficina e a metodologia de aprendizagem ativa; a possibilidade de conhecer outras pessoas e iniciativas; a disponibilização de ferramentas e esquemas que facilitam a aplicação destes temas dentro das organizações; simplicidade e eficiência das ferramentas apresentadas; e os aprendizados adquiridos nas oficinas.

Contrapartida social
Como contrapartida para a comunidade e encerramento das atividades do projeto, a Guarda-Chuva promoveu a palestra “As Organizações Sociais do Futuro”, no dia 30 de outubro, realizada em parceria com o Instituto Federal do Sul de Minas – Campus Poços de Caldas. O evento reuniu 42 participantes, no auditório do IFSULDEMINAS, e apresentou os sete grandes tópicos que as OSC devem se atentar para os próximos anos.

Além do conteúdo, foi realizada uma pesquisa interativa com os participantes sobre os maiores desafios enfrentados atualmente dentro da gestão das suas organizações. Os resultados vão auxiliar na estruturação de soluções e ferramentas que auxiliem as instituições.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *