Tempo , , 0°C

PM discute segurança com comerciantes do Ceasa

PM discute segurança com comerciantes do Ceasa

PM discute segurança com comerciantes do Ceasa
março 18
16:05 2019

Encontro, realizado na manhã da última sexta-feira, 15, com a participação da Polícia Militar, avaliou a segurança no Ceasa de Poços de Caldas. Produtores, proprietários de boxes e compradores apresentaram demandas e sugestões para melhorar as operações dentro do centro regional de abastecimento. A reunião contou com a participação de representantes da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET) e da Associação dos Produtores Rurais do Ceasa local.

Os produtores e compradores, participantes do encontro, pediram melhor controle de horário no acesso de pessoas e veículos ao pátio interno do Ceasa, às segundas, quartas e sextas-feiras, dias de operação e de grande movimento no local, desde o início da madrugada.

O vice-prefeito, Flávio Faria, também titular da pasta da SMDET, participou da reunião, e considerou legítimas as demandas apresentadas, inclusive no que diz respeito à segurança. Segundo ele, algumas questões já foram tratadas em reuniões realizada anteriormente, com a participação dos produtores do Ceasa. “Por isso, agora com o apoio da PM, é preciso que as discussões aconteçam, porém, que elas prosperem objetivamente observando as prioridades”, ressaltou.

Flávio sugeriu reunião com a associação para discutir as demandas levantadas, onde serão também alinhadas as propostas com o objetivo de construir um cronograma de ações. O vice-prefeito, informou ainda que está em fase de elaboração a criação do Fundo de Desenvolvimento Rural que, após ser analisado pelo jurídico da prefeitura, será encaminhado à Câmara Municipal.”Este fundo é um instrumento de fomento ao setor, que servirá também para promover melhorias, inclusive em termos de segurança, no Ceasa”, ressaltou.

O tenente PM Reginaldo, responsável por aquele setor na região leste, ouviu e anotou as demandas dos produtores e compradores do Ceasa. Para ele, as ações a serem tomadas pela polícia precisam da colaboração e comprometimento de todos, para obter resultados positivos. Na avaliação do policial, seria importante, entre outras coisas, iniciativas como a instalação de câmeras de segurança, cadastrar prestadores de serviço, instituir o uso de crachá e uniforme e, ainda, criar uma rede de proteção monitorada pela PM.

Aures da Silva Parolin, presidente da futura Associação dos Produtores Rurais de Poços de Caldas, avalia que a questão da segurança é o passo inicial para resolver outros problemas do Ceasa. De acordo com ele, a preocupação neste sentido é valida, porque existem registros de furtos de mercadoria e até de assalto a produtores e compradores. “A formalização da Associação, que terá de início 32 integrantes, será na próxima semana”, informou.

Participaram também da reunião, Vanessa Barzagli, coordenadora da Divisão de Fomento Agropecuário da SMDET, e Maurício Donizete Felipe, gerente de abastecimento do Ceasa.

 

 

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *