Mutirão de Limpeza acontece este sábado nos bairros Estância São José, Chácara Alvorada e Dom Bosco

Mutirão de Limpeza acontece este sábado nos bairros Estância São José, Chácara Alvorada e Dom Bosco

fevereiro 14
18:50 2020

As secretarias de Saúde e de Serviços Públicos se unem novamente para a realização de mais um mutirão de limpeza neste sábado, 15, na zona Leste da cidade. A ação será nos bairros Estância São José, Chácara Alvorada e Dom Bosco. Nesta quinta e sexta, 13 e 14, agentes de endemias passaram pelas casas, informando sobre o mutirão e entregando sacos de lixo aos moradores, para que eles possam contribuir, vistoriando seus quintais e retirando recipientes, pneus e entulhos para serem recolhidos neste sábado. “Vamos nos concentrar a partir de 8 da manhã na Escola Estadual Doutor Edmundo Gouvea Cardillo que tem uma equipe que sempre nos apoia nestas ações na zona Leste. Importante também falar do apoio dos servidores dos Serviços Públicos neste trabalho. Contamos ainda com o apoio da população e esperamos mais um resultado positivo neste mutirão”, afirmou a agente de endemias e supervisora do Controle da Dengue, Márcia Helena Geremias de Paula.

Durante o mês, ações educativas já foram realizadas nos bairros Bandeirantes, Centenário e São José, além de um mini mutirão na zona Sul que retirou 8 caminhões de lixo e entulho. Todas estas medidas, somadas à intensificação do trabalho de campo já constantemente realizado, fazem parte do enfrentamento ao Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya. O período é de alerta, porque reúne condições climáticas para a proliferação do mosquito: chuva e altas temperaturas. No Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti, o LIRAa, realizado na segunda quinzena de janeiro, os agentes de endemias visitaram 3.402 pontos, entre imóveis, terrenos e áreas públicas. 83 focos foram encontrados, o que representa 2,4% de Índice de Infestação Predial, considerado médio risco pela escala do Ministério da Saúde. “As áreas escolhidas para as ações de fevereiro são aquelas identificadas pelo levantamento como as prioritárias para este trabalho, dentro deste diagnóstico que é a função do LIRAa”, ressaltou o coordenador da Vigilância Ambiental, Jorge Miguel Ferreira do Lago.

Em 2019, foram 31 casos de dengue confirmados e destes, 17 autóctones, ou seja, contraídos no município. Foram quatro confirmações de chikungunya, sendo uma autóctone. Não houve notificação de zika. Na última quarta, 12, o setor de Vigilância Epidemiológica reuniu na Secretaria de Saúde, representantes dos hospitais e das unidades de pronto atendimento da cidade, para orientar sobre os procedimentos de notificação de casos suspeitos e a assistência que deve ser prestada nestas situações.

Disque Combate ao Aedes

Denúncias ou casos que mereçam a visita dos agentes de endemias podem ser registrados na Ouvidoria Municipal de Saúde, pelo 0800-283-0324, atendimento com ligação gratuita, de segunda a sexta, das 8h às 17h. O contato também pode ser feito pelo telefone da Vigilância Ambiental: 3697-5977. Importante lembrar que os agentes trabalham identificados com uniforme e/ou colete e também portam crachá. Reclamações de terreno sujo são no 3697-2072. Já o cata treco para o recolhimento de móveis e eletrodomésticos pode ser agendado pelo 3697-2073, para moradores das regiões oeste e central; pelo 3697-2319 para a zona Sul e pelo 3697-2188, para a zona Leste. “Temos diversos setores de diversas secretarias, envolvidos neste trabalho de saúde pública que visa a prevenção e a orientação dos moradores. Nossos esforços também têm sido no sentido de envolver toda a população nesta mobilização, o que é fundamental para o sucesso das ações”, finalizou o secretário adjunto de Saúde, Flávio Togni de Lima e Silva

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *