Documentário mostra a Retirada dos Caiapós do Mato no 11 de maio

Documentário mostra a Retirada dos Caiapós do Mato no 11 de maio

Documentário mostra a Retirada dos Caiapós do Mato no 11 de maio
maio 11
18:23 2020

Realizada no antepenúltimo dia da Festa de São Benedito, a tradicional Retirada dos Caiapós do Mato aconteceria neste dia 11 de maio, caso a centenária festividade em louvor ao Santo Negro não tivesse sido suspensa por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Tendo como cenário a Fonte dos Amores, aos pés da Serra de São Domingos, a Retirada dos Caiapós do Mato resgata o encontro entre negros e índios. Teatralmente, a retirada representa o encontro de um grupo de caiapós, remanescente de 1905 do bairro Vila Cruz, com os ternos de congo.

“A retirada dos caiapós do mato significa compartilhamento, um agradecimentos dos negros aos índios que sempre deram acolhida aos escravos, foragidos das senzalas, machucados e com fome. O índio sempre foi um protetor dos negros fugidos, dava acolhida, curava e alimentava. Existe uma troca muito linda da coroa e do cocar, que é o símbolo maior do poder dos caiapós. Essa troca significa igualdade”, explica Ailton Santana, o Mestre Bucha, da Associação dos Ternos de Congos e Caiapós, em depoimento ao documentário “13 de Maio – A Festa de São Benedito, fragmentos de uma história”, idealizado pela Criativa Idade Sistema Educacional e produzido pela Takes Filmes, sob direção de China Trindad.

No documentário, a professora Maria José de Souza (Tita), autora de “Reinado e Poder no Sul das Minas Gerais”, registro histórico-cultural da ação da população negra para celebrar a devoção dos santos negros na região, perpetuando a memória dos caiapós, moçambiques e congados, diz que a retirada dos caiapós do mato representa “aceitação mútua, irmandade, conjunto, unidade. Quer dizer, os índios e os negros são amigos”, sintetiza.

A história representada relembra o momento em que os negros, em retribuição à acolhida dos índios durante suas fugas, vão até a mata para convidá-los para a Festa de São Benedito. A celebração acontece desde 1889 e é um dos momentos mais emocionantes e significativos da programação cultural da Festa de São Benedito. Após a “retirada”, os caiapós e os ternos de congos percorrem as ruas da cidade até à Igreja de São Benedito.

O documentário “13 de Maio – A Festa de São Benedito, fragmentos de uma história” está disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=PXmP4BXXa20.

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *