Tempo , , 0°C

Flipoços gera mais de 400 empregos diretos e indiretos

Flipoços gera mais de 400 empregos diretos e indiretos

Flipoços gera mais de 400 empregos diretos e indiretos
abril 24
09:20 2019

Com mais de 100 horas de programação distribuídas em 150 atrações e expectativa de receber pelo menos 70 mil visitantes durante 9 dias, a 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, ocorre entre os dias 27 de abril a 05 de maio no Espaço Cultural da Urca, com o tema “Literatura sem Fronteiras” e entrada gratuita, abrindo o calendário nacional de festivais literários no país.

Durante os dias em que ocorre, o festival proporciona pelo menos 70% de ocupação na rede hoteleira da cidade, bem como em aplicativos de hospedagem. Além disso, o Flipoços é responsável pela geração de 400 empregos diretos e indiretos, não apenas durante o período em que o evento ocorre, mas durante todo o ano, pois o evento é preparado com muita antecedência.

Conforme explica a curadora do festival e organizadora do evento, Gisele Corrêa Ferreira, o festival movimenta as áreas de economia, cultura, educação, turismo e gastronomia no município e em toda região. “Somos um festival que ocorre há 14 anos em Poços de Caldas, sendo o que abre o calendário nacional de eventos deste porte e o maior que ocorre neste sentido em Minas Gerais. Recebemos um público fortíssimo de cidades da região, tanto do Sul de Minas como do Alto do Rio Pardo e também de grandes centros como Campinas, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro”, destacou. “O Flipoços traz um impacto significativo para o município, já que os hotéis ficam lotados, as pessoas que vêm nos visitar se deslocam dentro da cidade, se alimentam, compram livros e produtos e incentivamos diretamente também a educação e a cultura”, enfatiza Gisele Ferreira.

Outro ponto importante do Festival levantado pela organização é o grande volume de escolas que agendam participação para os alunos. São em torno de 250 escolas e institutos educacionais de toda a região, diariamente que prestigiam os eventos.

Além disso, o Flipoços movimenta em torno de R$ 1 milhão apenas com a venda de livros nos estandes da Feira, impactando diretamente o mercado literário, ainda que em crise. “Mesmo em tempos de crise e fechamento de livrarias, o evento movimenta uma quantia considerável para as editores e livrarias participantes”, acrescentou Gisele.

Outra novidade é que, em parceria com o Flipoços, a iniciativa Mulherio das Letras inaugura, no dia 26 de abril às 18h, a #LivariaMulherio, no espaço Belistrô, com a publicação apenas de livros escritos por mulheres.

O Flipoços é realizado pela GSC Eventos Especiais. Em 2018, o festival recebeu o troféu de vencedor na categoria Cadeia Produtiva do Prêmio IPL – Retratos da Leitura 2018O Flipoços 2019 conta com o patrocínio do DME, Café Três Corações e Secretaria de Turismo. Com o apoio das entidades Câmara Brasileira do Livro, Câmara Mineira do Livro, Instituto Pró-livro, Embaixada de Portugal no Brasil e Instituto Camões. Parceria Cultural Sesc e Senac Minas.  Mais informações, sobre ingressos, programação completa e guia virtual podem ser obtidas no site www.flipocos.com

Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *