Sindicato do Comércio e trabalhadores assinam Convenção Coletiva

Sindicato do Comércio e trabalhadores assinam Convenção Coletiva

Sindicato do Comércio e trabalhadores assinam Convenção Coletiva
abril 13
16:24 2018
Depois de quatro meses de negociações, o Sindicato do Comércio de Bens e Serviços e o Sindicato dos Comerciários, assinaram a Convenção Coletiva de Trabalho de 2018, com reajuste de 2,99% nos salários dos colaboradores das lojas, todas as datas especiais. As partes também chegaram a um acordo quanto ao funcionamento nesses dias durante o ano: Dia das Mães, dos Pais, dos Namorados, das Crianças, e até o Natal. Também faz parte do Acordo Coletivo a autorização para abertura do comércio em Poços de Caldas nos feriados abaixo, com exceção do 1° de Maio – 6 de Novembro e 25 de Dezembro.
Confira:
01/01/2018 segunda-feira Ano novo Fechado
13/02/2018 terça-feira Carnaval Fechado
21/04/2018 Sábado Tiradentes Aberto
01/05/2018 terça-feira Trabalho Fechado
13/05/2018 Domingo São Benedito 08:00 às 13:00h
07/09/2018 sexta-feira Independência Aberto
12/10/2018 sexta-feira Nossa Senhora 08:00 às 13:00h
02/11/2018 sexta-feira Finados Aberto
06/11/2018 terça-feira Poços de Caldas Fechado
15/11/2018 quinta-feira República 08:00 às 13:00h
25/12/2018 terça-feira Natal Fechado.
Segundo o presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio, Gerson Clayton Reis, a negociação foi demorada devido a complexidade da Reforma Trabalhista, “pois trouxe muitas dúvidas e incertezas, e tentamos e conseguimos manter os direitos  e conquistas dos anos anteriores para os trabalhadores, acertamos o melhor quanto aos feriados, principalmente do gênero alimentício. E entendo que os trabalhadores devem reconhecer e recolher a contribuição em favor de seu sindicato como reconhecimento de nosso trabalho”, disse ele, acrescentando que o reajuste dos salários chegou a 1% acima de ganho real e também acima do que o Governo Federal repassou ao salário mínimo.
Por seu lado, o presidente do Sindicato do Comércio Patronal, Márcio Roberto de Oliveira, disse que esperava melhor negociação em favor dos empresários em face da Reforma Trabalhista, “mas a incerteza jurídica da mesma ainda é muito grande, e optamos por fechar o Acordo conforme já estava e tentarmos no próximo ano, com mais calma e tranquilidade, com os avanços que a nova legislação trouxe para todos nós. E oriento aos empresários a aplicação deste valor retroativo a 1° de janeiro, e estipulamos uma data até 20 de maio para que este pagamento seja feito, e recalcularem também as rescisões que ocorreram neste período. É importante o empresário saber que para fecharmos a convenção foi necessária ampla negociação dos feriados para que as lojas possam abrir normalmente, exceto as datas divulgadas.
Compartilhar

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *